Junho/2009

Lei institui que 2009 é o ano da
Educação Profissional no Brasil

Também determina que o dia 23 de setembro seja conhecido, como o Dia
Nacional dos Profissionais de Nível Técnico


Carlos Coelho, Senador Paulo Paim, Ricardo Nerbas e o Senador Gerson Camata

O Sindicato dos Técnicos Industriais do Rio Grande do SUL – SINTEC-RS, comemora a oficialização de 2009 como o “Ano da Educação Profissional e Tecnológica no Brasil”. A Lei nº 11.940, sancionada pelo presidente em exercício, José Alencar, e pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, determina, também, que o dia 23 de setembro seja conhecido, a partir de 2009, como o Dia Nacional dos Profissionais de Nível Técnico. O projeto federal é oriundo do Congresso, de autoria do senador Gérson Camata e relator o senador Paulo Paim.

Esta é mais uma das grandes conquistas dos Técnicos Industriais e Agrícolas. A Federação Nacional dos Técnicos Industriais – FENTEC e a Associação dos Técnicos Agrícolas do Brasil – ATABRASIL reuniram-se diversas vezes com o senador Camata que, com sua iniciativa, valorizou, ainda mais, os Técnicos e o Ensino Técnico.

A publicação da lei, somada a outros fatores, como a inauguração de 100 novas escolas técnicas federais, este ano, é uma demonstração que o país vive uma nova era da educação profissional brasileira.

O orçamento da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), em 2009, ultrapassa R$ 600 milhões, o maior dos últimos anos. Para a expansão da rede federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica serão investidos R$ 1,1 bilhão, até o final de 2010. O Censo Escolar 2009, com dados coletados em 2008, demonstrou que as matrículas em Educação Profissional são as que mais crescem no país. O setor aumentou 14,7 pontos percentuais no número de matrículas.

Pesquisa recente com estudantes, egressos da rede federal, demonstrou que 72% deles estão empregados. "O Brasil necessita de técnicos”, diz o Secretário da Educação Profissional Eliezer Pacheco.

Em 23 de setembro de 1909, o Governo Federal criou, por meio do Decreto nº 7.566, a Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica com 19 Escolas de Aprendizes Artífices para oferecer ensino profissional gratuito.

Este ano, a Rede Federal de Educação Profissional completa 100 anos. A data será tema de sessão solene, conjunta Câmara e Senado, no dia 23 de setembro de 2009 e o Correio lançará um selo comemorativo. As demais comemorações incluem uma mostra fotográfica, itinerante, contando um pouco da história do ensino técnico no Brasil, a realização de um fórum mundial em novembro, a realização de jogos e festivais.

Técnicos Industriais e Agricolas defendem
a criação de cargo de nível técnico


Carlos Coelho, Flávio Pezzi, Dep. Giovani Cherini, Carlos Pauletto e Ricardo Nerbas

Dirigentes do Sintec-RS (Sindicato dos Técnicos Industriais e do Sintargs (Sindicato dos Técnicos Agrícolas do RS), reuniram-se com o deputado Giovani Cherini no dia 22 de junho para discutir a criação do cargo de nível técnico no organograma da administração pública estadual. A solicitação dos técnicos é que a Casa Civil envie para o Legislativo, ainda neste semestre, o projeto de lei, para que seja possível a valorização profissional das categorias. Hoje, os técnicos industriais e agrícolas que atuam em diferentes setores no Estado estão incluídos no quadro geral. Pela proposta, que se encontra em estudos na Casa Civil, a categoria passaria a ter um plano de carreira e, com isso, perspectivas de crescimento profissional e melhor remuneração. Participaram da reunião os diretores do SINTEC-RS, Ricardo Nerbas, Carlos Alberto Pauletto e Flávio Pezzi, e o presidente do SINTARGS, Carlos Coelho.

PISO SALARIAL DO TÉCNICO INDUSTRIAL

Nos dias 15 e 16 de junho a FENTEC e a ATABrasil, representadas pelos Técnicos Ricardo Nerbas e Carlos Coelho, respectivamente, estiveram em Brasília acompanhando a tramitação do projeto de Lei nº 2861/2008, que altera a Lei nº 4.950-A, de 22 de abril de 1966, que cria o Piso Salarial dos Técnicos. Os dirigentes estiveram em audiência com o deputado Roberto Santiago (SP), relator dos projetos de lei (apensados) que tratam do piso dos técnicos de nível médio. Santiago ouviu o relato das entidades aceitando as ponderações feitas. O relatório segue para a Comissão de Trabalho para aprovação dos parlamentares.


Carlos Coelho, deputado Roberto Santiago, deputado Paulo Pimenta e Ricardo Nerbas

Conselheiros Técnicos Industriais e
Agrícolas do CREA reunidos

As diretorias do SINTEC-RS e do SINTARGS se reuniram em Porto Alegre com os colegas Técnicos Industriais e Agrícolas que atuam como conselheiros junto ao CREA-RS. A reunião foi coordenada pelo vice-presidente do SINTEC-RS, técnico de telecomunicações, Carlos Alberto Pauletto tendo como pauta assuntos pertinentes aos interesses das respectivas categorias junto ao sistema CONFEA/CREA.

Saiba quem são os Técnicos conselheiros por câmaras especializadas:

Câmara especializada de Engenharia Elétrica
Técnico Titular: Valdir Farias de Mattos
Técnico Suplente: Flavio Renan Fialho Círio

Câmara especializada de Engenharia Industrial
Técnico Titular: Mauricio Flores dos Santos
Técnico Suplente: Aramiz Julio Gonçalves Mendes

Câmara Especializada de Engenharia Civil
Técnico Titular: Flavio Pezzi
Técnico Suplente: Marcelo João Valandro

Câmara Especializada de Arquitetura
Técnica Titular: Regina Helena Pradella dos Santos

Câmara especializada de Geologia e Engenharia de Minas
Técnico Titular: Volnei Galbino da Silva
Técnico Suplente: Jose Elcio Salvaro

Câmara Especializada de Engenharia Química
Técnico Titular: Luiz Antonio Castro dos Santos
Técnico Suplente: Sinclair Soares Gonçalves

Câmara Especializada de Agronomia:
Técnico Titular: Luiz Nelmo de Vargas
Técnico Suplente: Geferson Ferreira da Rosa


Técnicos Sinclair, Volnei, Nelmo, Flávio Pezzi, Pauletto, Regina e Flávio Círio.

Informamos também que o Conselheiro Técnico Flávio Pezzi foi nomeado Diretor Financeiro do CREA-RS, indicado pelo SINTEC-RS e o Conselheiro Técnico Volnei Gabino da Silva foi eleito coordenador da Câmara Especializada de Geo/Minas.

SINTEC-RS